CICM - Introdução sobre o folclore

turmas dos primeiros períodos A e B

Os pequenos podem até estranhar a palavra folclore, mas já estão acostumados a conviver com mitos, lendas e outras manifestações populares no dia a dia. Quer um bom exemplo? Todo mundo já deve ter escutado alguma travessura do Saci-Pererê. Aquele menino de uma perna só que vive na floresta e tem poderes mágicos é um dos principais representantes do folclore nacional. Quem mora na Região Norte tem a oportunidade de acompanhar o Festival Folclórico do Boi-Bumbá, um evento que desperta paixão em cores representadas pelos grupos Caprichoso (azul) e Garantido (vermelho). O povo do nordeste também é privilegiado quando o assunto é folclore. Festas populares e danças típicas, como o frevo, o maracatu e o baião resgatam a cultura nacional. No Sul do Brasil, o folclore marca presença com danças tradicionais, como Fandango e Pau-de-fitas. Por lá, a lenda do Negrinho do Pastoreio embala a imaginação dos pequenos. E assim por diante e no nosso colégio esse dia não passou em branco, pois o dia do folclore no primeiro período das professoras Patrícia e Tatiane foi comemorado com: Teatro de fantoches, músicas e gincana folclórica, onde nossos alunos aprenderam brincando os traços marcantes da nossa cultura brasileira. Os alunos participaram na confecção do Boi-Bumbá, onde utilizaram papéis de revistas para enfeitarem seus fantoches.