vida_religiosa

Maturidade

Cresceu, tornou-se uma bela moça,...é hora de deixar o colégio. Mas, coisa estranha: a ideia não a entusiasma.

Às insistentes pressão dos parentes para que retorne à família, um belo dia, encontra a coragem de responder:

-“Não, eu não sou mais do mundo, mas de Deus e quero me consagrar toda a ele.”

Isso foi como um relâmpago no céu sereno! Refeitos da surpresa, os parentes não queriam admitir as loucuras desta adolescente inexperiente em relação à vida social.

Constância é muito jovem, mas, segura e firme na sua decisão, pede para ser religiosa na Comunidade na qual foi criada.

No dia 8 de dezembro de 1829, festa da Imaculada Conceição, Constância realiza o seu maior desejo e veste o hábito franciscano.

-“Não te chamarás mais Constância, mas Irmã Maria Catarina de Santa Rosa de Viterbo.”

Isabel Luiz